O Rosto Humano de Deus

06/08/2010 20:42

 

Jesus, embora não seja representado nas pinturas e esculturas a sorrir, e estejamos habituados a vê-lo crucificado, era uma pessoa alegre, feliz. Ele iniciou a Sua vida pública indo a uma festa de casamento. Além disso, é descrita a Sua felicidade ao contemplar a beleza dos lírios do campo, ao admirar as aves do céu, ao sentar-se à mesa nas festas para as quais era convidado, ao levar a paz e alegria aos pobres. Jesus é o rosto humano de Deus, que é alegre. Podemos dizer que Deus é festa, é alegria, é beleza. Por isso, os cristãos devem ser hoje o rosto visível de Deus, irradiando optimismo e alegria. Quanto mais as pessoas forem verdadeiramente felizes, mais perto estarão de Deus. E Ele prepara para todos os Seus filhos uma grande festa, que Jesus comparou a um banquete de núpcias. Nesse dia todos participarão da felicidade de Deus. Para já, estamos a treinar a alegria e o optimismo. E sabemos quem somos e para onde vamos: para a Festa do Reino em plenitude onde não haverá choro, luto ou dor.

 Cavaleiro da Imaculada Março 2010